domingo, 26 de junho de 2011





Sempre que a noite se alonga,
E me rouba as horas da madrugada,
A alma voa quase empolgada
E o amanhecer pela manhã se prolonga.
Chamo o passado!
Tantas vezes conturbado,
O tempo sofrido, no caminho já perdido
O despertar por ti
Num princípio passageiro
Que lançou tentáculos em mim
Escrevendo sem letras num toque ligeiro,
As palavra talvez esperadas
Por lábios que as não disseram
Porque eram grandes as cavalgadas !
E nas pedras rudes do caminho
Nas soltas poeiras nasceram,
E tristemente ...
Tombaram e depois morreram.



Garça Real






20 comentários:

d'Alma disse...

Como são longas as manhãs que comprimem as noites!... Como o passado se prolonga nas manhãs lentas escurecidas pela escuridão que cobriu a Luz… talvez o Céu, talvez o azul e o Sol de cada manhã!...
Pois é!... Mas… como há sempre um mas nas escuras manhãs de cada um, as noites também podem ser leitos de Luz cobrindo camas macias com lençóis de raios de Sol!... É no crepúsculo dos sentidos que amálgamas contraditórias se formam entre o segredo das noites e alguns desejos que antecedem as manhãs!... Assume-se, então, uma posição fetal e o aconchego da concha envolve de carinho a pérola que há em cada sorriso de saudade!... Depois, espreguiça-se no próprio brilho e… Bom Dia!...




Bom Domingo



Abraço

MEU DOCE AMOR disse...

O pasado é passado.Que alma voe no presente.Viver o prsente!

Beijinho doce:)

O Árabe disse...

Triste, amiga... belo, porém! Boa semana, fica bem.

Daniel disse...

Às vezes eu tenho a sensação que meu espírito trabalha enquanto meu corpo descansa.

Daniel

Pena disse...

Oh, Deslumbrante e Notável Poetiza Amiga de Excelência:
"...As palavra talvez esperadas
Por lábios que as não disseram
Porque eram grandes as cavalgadas !
E nas pedras rudes do caminho
Nas soltas poeiras nasceram,
E tristemente ...
Tombaram e depois morreram..."

Olhe, amiga, digo-lhe com sinceridade adoro os seus deslumbrantes poemas.
Escreve com magia e como seu coração gigante.
Os seus versos são ouro puro.
Quando aqui entro fico deliciado e feliz entregue à formosura do seu sentir extraordinário.
Abraço de parabéns e respeito pela magestosa poetiza que é e significa.
Sempre a admirá-la e a ler com atenção os seus versos de uma beleza que transcende de pureza fantástica.

pena

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando apenas para te deixar um beijinho carinhoso e agradecer o apoio...por vezes é um abraço apertado que nos aquece o coração.

Rosa

lua prateada disse...

Tão lindo...!!! tão triste...!!! sei do que falas...sei tão bem...
Sei que desapareço e estou tempinho suficiente sem por cá mas não é por mal...apenas...problemas...quem os não tem...
Beijinho com carinho
SOL

O Árabe disse...

Aguardo o novo post, amiga. Boa semana! :)

Eduardo Aleixo disse...

Nas pedras rudes do caminho, nas encruzilhadas do caminho, nos becos do caminho, nos acenos do caminho, nos encontros e desencontros do caminho, nas esperanças e desesperanças do caminho, como tranças e teias e danças e esperas e corridas e insónias e risos e choros no caminho, nas lembranças do caminho, nas pegadas do caminho, nas portas e janelas do caminho, nos cantinhos e refúgios do caminho, caminhamos...Beijo

Solange disse...

um lamento de alguém que tenta entender o que aconteceu...
por vezes eu também poeto sobre um amor que foi embora...e tento entender o que aconteceu..

bjs.Sol

Pena disse...

Olhe, fascinante Poetiza Amiga:
O seu coração chora de ternura e afecto poéticos lindos por alguém que "perdeu" na sua vida.
Fá-lo de forma versejada de sonho e encanto.
Parabéns. É uma excelente poetiza. Digo-o com verdade e auenticidade. Talvez, do melhor que a Blogosfera possui.
Abraço grato de respeito.
Sempre a admirar as suas "explosões" poéticas extraordinárias.

pena

Bem-Haja, exímia, linda e consagrada poetiza.

Evanir disse...

Lindos poemas e um blog no capricho..
Gostei muito dos seus poemas só ñ estou seguindo porque ñ vi seguidores mais deixando um convite para conhecer meu blog.Um feliz final de semana beijos ,Evanir.

Layz Costa disse...

Passando apenas para deixar um abraço, blog lindo, sempre estarei marcando presença...
tenha um ótimo fds!
=)

Evanir disse...

Não me permito ficar sem fazer minhas visitas.
Como está quase impossivel para mim teclar
fasso tudo que consigo fazer nesse momento.
De uma forma ou de outra deixar meu carinho
e agradeço por Deus ainda me permitir
a isso.
E dentro de mim tenho certeza
nenhum amigo ou amiga
vai criticar por levar cola.
Mais entender minha fidelidade
e o amor que tenho por todos.
Minha alma e coração agradece
todo carinho que recebo.
Tenho certeza que aos poucos
ficarei bem pois não nasci assim.
Deus abençoe seu carinho comigo
e me resguarde para não deixar de vitar você.
Um feliz Domingo beijos no coração
amiga pra sempre,Evanir.
Etarei lendo sua postagem e
trazendo comigo como um balsamo
para o meu coração.

Evanir disse...

Não me permito ficar sem fazer minhas visitas.
Como está quase impossivel para mim teclar
fasso tudo que consigo fazer nesse momento.
De uma forma ou de outra deixar meu carinho
e agradeço por Deus ainda me permitir
a isso.
E dentro de mim tenho certeza
nenhum amigo ou amiga
vai criticar por levar cola.
Mais entender minha fidelidade
e o amor que tenho por todos.
Minha alma e coração agradece
todo carinho que recebo.
Tenho certeza que aos poucos
ficarei bem pois não nasci assim.
Deus abençoe seu carinho comigo
e me resguarde para não deixar de vitar você.
Um feliz Domingo beijos no coração
amiga pra sempre,Evanir.
Etarei lendo sua postagem e
trazendo comigo como um balsamo
para o meu coração.

Don Juan disse...

Gostei do seu comentario , pois , é bem verdade o que diz desta poetisa.

Sobre os seus poemas , digo-lhe que me deliciam tambem , pois , escreve muito bem...

Bom Domingo. beijo

gaivota disse...

muito bonitas palavras que deixas mas com muita tristeza...
obrigada pelo teu carinho,
beijinhos

sonho disse...

Final triste...
Beijo d'anjo

O Árabe disse...

Boa semana, minha amiga; fica bem. Aguardo o novo post. :)

Eduardo Santos disse...

Olá amiga (desculpe o trato familiar). Foi uma surpresa, pois estatelei-me em seu espaço, sem pedir licença, mas com a segurança de quem visita algo que "sente" já conhecer. Não vou comentar este ou os outros poemas, apesar de me terem deliciado, porque entendo que a poesia não é "por lábios que as não disseram", mas antes por mentes que tão bem as escreverem. Cabe a que lê encontrar o verdadeiro significado do que parece ser dito, mas não é, que é dito, mas não está lá. Espero voltar, pois o que é bom deve ser usufruido. Desculpe a ousadia. Obrigado.