sábado, 22 de maio de 2010







Hoje queria deitar-me neste Lago
Não sei se é Real
Mas nele habito em voos de magia
Quando a alma escorre nostalgia!
A noite transmite-lhe um ar dolente
Em fundo um toque musical
Onde um cantor em voz amargurada
Deixa no ar "Adios, adios, Amor".
Quase toco a superfície vitrea e opalescente,
Donde emana calor
Desta água límpida mas parada.
Peço a uma Garça
Que ali se aninhou
Que venha lenta colher em minha mão
A lágrima que tombou do coração,
E que escondida no negrume
Guarde o segredo...
Porque nesta noite voou .



Garça Real




22 comentários:

Nilson Barcelli disse...

O teu lago é belo, como o é o teu poema.
Gostei imenso das tuas palavras, querida amiga.
Bom fim-de-semana.
Beijo.

Pena disse...

Oh, Deslumbrante e Sensível Poetiza Amiga:
Como alguém pode escrever poesia com tanto encanto?
Possui o Don de encantar e maravilhar.
Ele há-de vir. Ninguém, mas ninguém, poderá ficar indiferente a tanta beleza e pureza poéticas fantásticas.
Parabéns.
Mais um poema que é uma delícia de sonhar.
Beijinhos amigos de um respeito gigante perante tanta pureza e ternura.
Excelente fim-de-semana no seio familiar acolhedor que é.
Com admiração constante.

pena

Bem-Haja, doce amiga, é magistral de magia poética sublime.
Adorei. É fabulosa.

Sonhadora disse...

Minha querida
Um belo momento de poesia...lindo teu poema.

Que venha lenta colher em minha mão
A lágrima que tombou do coração,
E que escondida no negrume
Guarde o segredo...
Porque nesta noite voou .

Adorei

beijinhos
Sonhadora

poetaeusou . . . disse...

*
Belo, lindoooo !
,
O teu lago
tem que ser real
lago cristalino
jorrando esperança
nos voos engraçados
da Garça com graça
esvoaçando bailados
em ti . . . aninhados !
,
inundo de sol
o teu lago mágico,
,
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Sim é Real este Lago que por vezes ampara corações doridos...
Com é Real essa superfície cristalina, onde muitas vezes ficamos a admirar a água límpida...
Magnífico tecer de palavras que nos envolvem em um gostar emocionado e lindo. Palavras que só podem vir desse teu coração amigo.
Pérolas incandescentes de inspiração e sonhos aqui deixo.
Com carinho sempre amigo
Eärwen

Lis. disse...

Parece-me que nascemos e vivemos entre encontros e desencontros, durante toda nossa existência.

É a incompletude que todos os dias nos mata lentamente...

Bom fim de semana...

Elcio Tuiribepi disse...

Obrigado pelas palavras e pela presença m nosso espaço Aberto no dia do meu anivrsário...volte sempre...belo poema...parabéns...
Um abraço na alma poetisa..bjo

Cadinho RoCo disse...

No voo da lágrima brancas penas de uma garça remetida ao sentimento que parte mundo afora.
Cadinho RoCo

Sofá Amarelo disse...

Não há lagos reais, há aqueles que nós imaginamos e que desenhamos com as nossas almas em direcção a um voo quase sempre desconhecido!

O Profeta disse...

Hoje perdi-me na cidade do pensamento
A vida correu-me na frente em corro-pio
Hoje um pássaro descobriu o voar
Hoje senti na emoção a força de um rio

Segui para nascente fugindo à noite
Inventei um cavalo branco voador
Despi-me da obrigação de ser outro
Afastei da viagem a sombra do desamor


Doce beijo

gaivota disse...

claro que o teu lago é real!
uma garça que assim se sente e escreve só pode mesmo ser da "realeza"...
e deixa a lágrima nesse "adios" rolar...
beijinhos

Multiolhares disse...

Quando a tua garça pousa num lago, ele torna-se real,porque ela traz de ti o perfume do amor que vive num coração triste mas que continua a palpitar.
beijinhos

MEU DOCE AMOR disse...

É Real sim.Bom....

Essa Garça...

Belo poema como sempre...

Filha e neta de peixe sabe nadar,não?

beijinho doce:)))

http://vemsonharcomigo.blogspot.com/

Pena disse...

Preciosa e Brilhante Poetiza Amiga:
Escreve maravilhosa e fabulosamente.
A sua poesia doce, fascina.
Quanto talento e génio sublimes.
Mais uma vez, parabéns pela extraordinária poetiza que é.
Beijinhos AMIGOS, baralhado e perplexo por tanta magia que é fantástica.
Com imenso RESPEITO e ESTIMA GIGANTES.

pena

Bem-Haja, pela genial amiga que é.
Linda.

Nilson Barcelli disse...

Reli e continuei a gostar.
Bom resto de semana, querida amiga.
Beijo.

lynce disse...

Adorei o teu poema, minha querida e virtualíssima amiga. Tivesse eu engenho e arte para escrever e, periódicamente, publicava um poema no meu blogue. Mas não tenho. O dom que recebi foi outro, sendo assim, vou passando aqui para te ler.
Beijinhos com o desejos de que passes uma excelente semana.
:)))

PÔESIA DO MUNDO disse...

Olà!

Vim lhe agradecer sua visita e me regalar com o sèu Maravilhoso espaço parabèns serèi seu seguidor e voltarei sempre:

Lhe desejo um otimo Fim de Semana

Com carinho abraço mèu


Antònìo Manuel

O Árabe disse...

Bela descrição... de um belo lago. Boa semana, amiga!

MEU DOCE AMOR disse...

Vim ler no lago...

Beijinho doce:)

Hoje é dia da crianças...heim?

TristãoeIsolda disse...

Precisamos de um refúgio mágico que embale nossa tristeza com doces e melodiosos acordes.
Que esse lago seja uma mão estendida, um olhar confiante, um coração que entenda e guarde teu segredo.

Abraços nossos
(Tristão e Isolda)

Nilson Barcelli disse...

Como está calor, vim nadar ao teu lago.
E gostei...
Beijos, querida amiga.

poetaeusou . . . disse...

*
não vislumbro
a Garcinha,
está tudo na Praia,
volto amanhã .
,
conchinhas, ficam,
,
*