segunda-feira, 28 de setembro de 2009








Precisava...
Que pensasses mais em mim
Que na oferta do teu olhar
Pingasse aquele não ter fim
Da entrega incomensurável
Da imensidão do mar.
Precisava...
Que no toque da tua pele na minha
Me deixasses afagar o doce dos lábios teus
Confundindo-os com o sabor dos lábios meus
Num escorrer lento
De um Outono em desalento.
Precisava...
Da paixão quente nascida em tarde fria
Na vivência de um momento
Em que que a ânsia do encontro crescia.
Olho-te na profundidade de ti
Vivo o minuto do sonhava
Pois o encontro de nossos corpos
Era tudo o que eu então nessa tarde
Precisava...



Garça Real



21 comentários:

gaivota disse...

os teus poemas na inspiração da realeza do teu lago... são sempre lindos!
beijinhos

Maria Valadas disse...

AI!... Este poema, deixou-me sem respiração!

Tão salutar estas minhas visitas ao Lago e ler a alma da Garça!

Parabéns.

Beijinhos.

Lis. disse...

Na tua pele toda a terra treme
alguém fala com Deus alguém flutua
há um corpo a navegar e um anjo ao leme.

Das tuas coxas pode ver-se a Lua
contigo o mar ondula e o vento geme
e há um espírito a nascer de seres tão nua...

Manuel Alegre

Luar do amor disse...

Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.O amor é mesmo assim. beijos

Eduardo Aleixo disse...

É um poema de evocação ao amor pleno com a Garça abrindo o bico e as asas clamando do ceu e das águas do lago mais fartura de calor e mais refrigério para as solidões nas margens doces do outono. É um poema doce de asa e de bico de canção dolente, com a lua no dorso dos versos, aumentanndo as saudades dos braços do amante. Esta garça tem raça e docura e não admira que o lago não a largue. Beijos.

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Margaride disse...

Lindíssimo poema, querida amiga.
Todo ele é sublime. Todavia, adorei a parte final!

"Precisava...
Da paixão quente nascida em tarde fria
Na vivência de um momento
Em que que a ânsia do encontro crescia.
Olho-te na profundidade de ti
Vivo o minuto do sonhava
Pois o encontro de nossos corpos
Era tudo o que eu então nessa tarde
Precisava..."

Beijo grande.

Uma excelente semana.

Mário

Oliver Pickwick disse...

Doces evocações do passado. O amor que ronda como um fantasma que não assusta, muito ao contrário. As águas líricas do lago balouçam sob a ação de brisas suaves de melancolia.
Um beijo!

Pena disse...

Estimada e Brilhante Poetiza Amiga:
Vim retribuir a sua amabilidade e maravilhosa expressão simpática no meu blogue. Adorei. Bem-Haja!
Tudo aqui cintila com a sua Alma de ouro puro.
Um poema doce, terno e sensual reverenciado e marcado com a sua sensibilidade poética linda.
"...Precisava...
Que pensasses mais em mim
Que na oferta do teu olhar
Pingasse aquele não ter fim
Da entrega incomensurável
Da imensidão do mar.
Precisava..."

Belo. Soberbo e que maravilha.
Parabéns sinceros. O seu talento é sublime. Divinal.
Imbuído do maior respeito, estima e consideração.
Beijinhos amigos.

pena

É uma extraordinária poetiza de sonho.
MUITO OBRIGADO pela sua preciosa amizade.

Diaboderoupacurta disse...

Está lindo! Não sou grande apreciadora de poemas..mas este...vai la vai :)

Eduardo Aleixo disse...

Garça

Obrigado por teres aparecido em voo sublime e sábio sobre o poema antiquíssimo do Caminho quen a Garça , como nós, trilhamos, ela com asas, e nós sonhando com elas...Bj

Menina do Rio disse...

E de tanto precisamos pra sonhar..

Lindo o teu poema!

beijos de cá

poetaeusou . . . disse...

*
precisava,
de ler e sentir
estas palavras,
foi o momento preciso
o exacto instante
que a imaginação em espiral
entrecruzou o voo
rasante da garcinha
e as acrobacias da gaivota,
em golpe de asa
plena de amizade
,
um lago inundante de pilipares
deixo,
,
*

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Passo por este cantinho de sonho, para reler este belo poema, e desejar-te um excelente fim de semana!

Beijinhos

Mário

Vieira Calado disse...

E deixou alguma cratera?

Beijinhosss

Dreamaster disse...

Ontem tive um sonho q me perturbou e q me deixou um bocado deprimido durante uma parte do dia e este poema relembroumo novamente.


Um bom fim de semana menina :)


Bejitos
D.

Maria Valadas disse...

Querida Garça. venho desejar-te um bom fim de semana com muita saúde, paz e amor...

Aproveito para reler este magnifico poema!

Beijinhos.

Maria

tulipa disse...

OLÁ AMIGA

PARABÉNS pela bela poesia!!!
Música excelente.

Já terminou a m/exposição sobre a Índia, fui para Porto na 6ª feira para desmontar tudo, regressei este domingo ao fim do dia e acabei de fazer um POST-agradecimento geral a todos os que estiveram comigo neste momento, uns de uma maneira, outros de outra.

Também falo da minha dor e tristeza, enfim...

Junto 3 imagens, são algumas das que eu fiz no dia da inauguração.

Beijinhos.
Bom Feriado!!!

Pena disse...

Estimada e Sensível Poetiza de sonho:
Vim reler, o seu poema de encanto.
Uma entrega de respeitar e maravilhar.
Parabéns sinceros.
Adoro os seus versos. Deliciam e maravilham.
Beijinhos e feliz feriado.
Beijinhos amigos.
Sempre a apreciar o seu imenso génio para "construir" versos.
Com fascínio...

pena

Bem-Haja, pela sua preciosa amizade.
MUITO OBRIGADO, doce e terna amiga de SEMPRE!

O Profeta disse...

O amor procura o aconchego
Duas almas suspiram em entrega total
Explode a paixão, enlouquece o querer
O amar às vezes é pecado mortal...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu


Doce beijo

Mário Margaride disse...

Olá querida amiga!
Espero que tenhas tido um bom fim de semana perlongado.

Antes de ir fazer óó, passei por aqui, para te desejar uma semana com tudo de bom.

Beijinhos

Mário