quinta-feira, 30 de abril de 2009







Fechei os olhos na procura de ti
Um olhar triste em tarde distante
Um sonho vestindo realidade
Num caminho lento que então percorri,
Talvez na busca da tua verdade
Ou de ler o que escondias em ti.
Lentamente toca uma música em fundo
Que marcou uma qualquer tarde já perdida
Em que abriste a porta do teu mundo
Expondo doce fragilidade
Numa troca de cumplicidade .
Porque a vida...
Quando surge envolta em troca
Entrega alimento para a sobrevivência
E recebe em verdadeira anuência
A paz, a calma o êxtase da palavra amor,
Para no rumo imposto
Apagar o instante de dor
Semear uma estrela longe da ilusão
E conseguir finalmente ...
Dar brilho à luz do coração.


Garça Real





23 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tulipa disse...

BEIJOS
AMOR
SEDUÇÃO
PAIXÃO
PAZ
CORAÇÃO
....
Há uma outra data para comemorar: o meu "Momentos Perfeitos" faz 1 ano.
Convido-te a vires brindar comigo!
Bom fim de semana prolongado.

ESPREITA...e vê se conheces o restaurante onde estou à espera de todos vós, para fazermos um brinde!

Beatriz disse...

Devem ser estes os caminhos a serem percorridos por dois corações que se buscam, se entendem, e lançam os sonhos para além das estrelas.

O amor só deve ser possível na cumplicidade, no caminhar junto, no olhar na mesma direção. Só assim pode-se “apagar o instante de dor” e conseguir “dar brilho à luz do coração”.

Belo poema, amiga, como todos aqueles que são ditados por tua sensibilidade.

Fica um raio de luar enfeitando teus sonhos e um beijo no teu coração, com meu carinho.

Pena disse...

Estimada e Doce Poetisa Amiga:
Tudo o que escreve com a sua sensibilidade terna, fascina e maravilha.
"...Lentamente toca uma música em fundo
Que marcou uma qualquer tarde já perdida
Em que abriste a porta do teu mundo
Expondo doce fragilidade
Numa troca de cumplicidade .
Porque a vida...
Quando surge envolta em troca
Entrega alimento para a sobrevivência
E recebe em verdadeira anuência
A paz, a calma o êxtase da palavra amor,..."

É linda, sabia?
Um poema lindíssimo. Puro. Poético.
FABULOSO.
Beijinhos com amizade sincera e um respeito gigante.
Deslumbrado pela sua magia de escrita que enternece e arrebata...

pena

Peter Pan disse...

Brilhante. Sensível. Profundo.
Amiga:
Um versejar de imensa significação.
Puro. Que se reconhece em alguém precioso no seu sentir.
Com respeito e estima...
Beijinhos

pena

OBRIGADO pela amabilidade conselheira no Cantinho da Terra do Nunca.
Bem-Haja, por isso.

Menina do Rio disse...

Desculpe a minha ausência mas tive que trabalhar dobrado estes dias de abril, pois precisava pagar o registro e a capa do meu livro. Era uma oportunidade que eu não podia deixar passar. Agora vou retornando as visitas aos poucos, mas hoje tinha que vir aqui ao menos pra deixar-te um beijo.
Tem um ótimo domingo!
Verô

preto [e] branco disse...

"Dar brilho à luz do coração".

Frase maravilhosa que colocas no final de um, sentido, poema.
Aliás, as tuas palavras, que no seu conjunto dão este poema, expressam bem o sentido que dás ao Amor.

bj...nho

Oliver Pickwick disse...

Ambíguo é o sentimento do amor. Patrocina dores, mas, simultâneamente é a cura do egoísmo e da indiferença que impregna a humanidade.
Um beijo!

Mário Margaride disse...

Um belíssimo poema querida amiga!

Só o amor é o único bálsamo, como diz o "MPereira", para atenuar a dor, que há nos nossos corações..

Uma excelente semana!

Beijinhos conjuntos de carinho, do Mário e da Rosana.

http://somesmotu.blogspot.com/ (UNIVERSO DAS PALAVRAS)
http://amordealemmar.blogspot.com/ (AMOR DE ALÉM MAR)

Beatriz disse...

Passo, releio e parto, mas deixo um lindo anjo sorrindo no teu olhar.

Beijos nesse coração tão lindo nos votos de uma festiva semana de muitas coisas boas.

gaivota disse...

fechando os olhos procuramos...
e encontrar uma estrela brilhante cheia de luz e paz para seguir neste caminho de vida, nas águas do teu lago real!
beijinhos

Carla disse...

e é brilho o que se solta das tuas palavras
beijos

A.S. disse...

Este belo poema é um verdadeiro turbilhão de emoções...

Apesar de tudo, deixamos sempre aberta uma porta para espreitar o passado e procuramos a estrela que finalmente dará luz ao coração!...


Um beijo!

poetaeusou . . . disse...

*
A entrega
é a chave mágica
da cumplicidade
na porta da vida
voando com a estrela
onde mora o brilho
da paz e do amor,
,
pilipares para a garça,
envoltas em brilhantes conchinhas,
,
*

Sunshine disse...

"Dar brilho à luz do coração"

Intensas as palavras que formam o teu poema e terminam nessa frase brilhante...

... Por aqui anda tudo parado, paradissmo... tu sabes :)

Bjinhos

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, o teu poema é lindo.
Escreves bem, e o final é magnífico:
"A paz, a calma o êxtase da palavra amor,
Para no rumo imposto
Apagar o instante de dor
Semear uma estrela longe da ilusão
E conseguir finalmente ...
Dar brilho à luz do coração."
Bom resto de semana, beijos.

Maria Valadas disse...

Belíssimas palavras replectas de amor e dor...

Que saudades... tinha de visitar o
Lago e sua Garça Real :)

Beijinhos.

Valter Montani disse...

simplesmente lindo! Parabéns, bjs do outro lado do oceano que nos separa fisicamente, mas que jamais impedirá o encontro de almas que se completam.

O Profeta disse...

Brilhante...!


Doce beijo

joão oliveira disse...

De visita ao Lago Real, para dois beijinhos e desejar um bom fim de semana.

Pena disse...

Admirável Amiga:
Que "coisa" notável. Sensível e de fascinar.
Uma "troca" singela e doce de cumplicidade de autêntica e verdadeira amizade.

Puro. Lindo. Repleto de "imenso"...
Beijinhos amigos de um respeito gigante pelo seu ser poético deslumbrante e genial...

pena

Fantástico, amiga!
Adorei!

Peter Pan disse...

Fabulosa Poetisa Amiga:
Mesmo na injenuidade, intranquilidade do sentir, dúvida no existir, aprecio o seu génio e talento poético ímpares.
Beijinhos de respeito e imensa admiração...
Tudo o que poetisa é fabuloso.
Maravilhado...

pena

PUXA-SACO disse...

Eis que chego -percorrendo alguns blogs de literários- ao seu encantador e majestoso lago real, pois realmente, é notória a sua maturidade em todas as letras que tenho lido, e posso afirmar sem medo de errar, que tens a experiência de uma vida abundante de conhecimento e ternura.

Sim, porque justifica-se poeticamente seus atos, enobrecendo suas atitudes pessoais através da literatura.

É magnifico aprender com quem está avante em conhecimento... E aqui, é um reduto de sua explendida calma e paz.

Tenho muito que aprender contigo, e não o digo por escrever apenas, mas por ser aquele que aprendeu a reconhecer pessoa acrescida de bons sentimentos.

Espero que me perdoe por fazer tantos elogios a sua pessoa, pois sei que és escritora de renome e crescimento.

Beijos.