segunda-feira, 14 de setembro de 2015









Tombam as primeiras chuvas
Anunciando o final do sempre desejado estio
Olho a janela de água gotejada
Na mão uma cacho de doces uvas
Que uma a uma vão queimando a nostalgia
Que não consigo evitar, neste tempo e neste dia.
Na pequena vela já se extingue o pavio
No coração tua face bem gravada
E na memória a noite de calor abrasador
A junção de corpos em toque sedutor
Clamando o eterno.
A permanência deste amor
 Que queima sem doer
E que dói porque o muito é pouco
E nesta envolvência de uma dormência
Anseia teu grito rouco
Para em teu peito se sentir desfalecer
E finalmente ter forças...
Para verdadeiramente viver.



Garça Real






15 comentários:

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Menina ,
Sempre poderosos estes Poemas intensos de Amor e nostalgia :)
Mais um Momento de sensibilidade e beleza !

Espero que estejas bem :)

Beijokas
Luis Sousa

Cristina Cebola disse...

Poema sublime, onde o amor é rei.
Um grande momento Parabéns!

Beijinho meu

Pedro Coimbra disse...

Um poema intenso, cheio de sentimento, que só agora consegui ver.

DE-PROPOSITO disse...

As primeiras chuvas são carícias há muito desejadas.

Felicidades
MANUEL

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

saudade disse...

Carinho e amor não faltam nas palavras escritas....
Sentimentos afloram nas pontas dos dedos...
Beijo de...
Saudade

Jaime Portela disse...

Para verdadeiramente viver é preciso que algumas coisas aconteçam...
O seu poema é brilhante, gostei imenso. Parabéns.
Garça, tenha um excelente fim de semana.
Abraço amigo.

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Menina ,

Passando para agradecer as visitas e as Palavras deixadas , e desejar-te um Bom Fim de Semana :)

Beijoka
Luis Sousa

O Profeta disse...

Oiçam este poeta de tostão
Que já prometeu e pediu uma mão
Oiçam a palavra salgada de saliva
Não tenho muito lugar, em ti, paixão


Passei para te desejar uma radiosa semana

Doce beijo

O Árabe disse...

Muito belo, Garça amiga! Reflete bem o amor, que ao nos fazer desfalecer desperta-nos para o verdadeiro sentido da vida! Boa semana, fica bem.

MEU DOCE AMOR disse...

Oi:

Esse amor viverá sempre.

Beijinho doce:))))

Mar Arável disse...

Tudo se move nos apeadeiros

"pergunta ao vento que passa"

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Bela prosa... :)

Fá menor disse...

Que seja sempre primavera.

Bjs

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Menina ,
Passando para reler e deixar um beijinho.
Boa semana
Luis de Sousa