quinta-feira, 30 de outubro de 2014


Adormecida...




Adormeço ao luar
Na procura incessante de ti
Mas a minha taça está vazia
Pois nela não brilha o pratear
Porque no trilho me perdi.
Sinto a voz emudecida
De tanto  por ti clamar 
Arde-me o peito
Sonhando que vais chegar
Mas afinal...
Apenas adormeci ao luar.


Garça Real




16 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Apenas sublime.
Bfds

Fá menor disse...

Depois do luar brilhará o sol.

Beijinhos

A.S. disse...

É sempre uma delicia ler-te!...


Beijos,
AL

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Bela poesia... belo poemar...

Gostei de encontrar este blog.

Beijo amigo

São disse...

Quando nos perdemos no trilho... é complicado voltar a achar o caminho.

Bom resto de domingo :)

DE-PROPOSITO disse...

Mas afinal...
Apenas adormeci ao luar.
---------
Tudo não passou de um sonho! Mas, às vezes, o sonho torna-se realidade.

Felicidades
MANUEL

ॐ Shirley ॐ disse...

Nostálgico e tão lindo poema...
Um beijo Garça!!!

Isy disse...

Podes ter adormecido, mas os sonhos podem também tornar-se realidade!

Bjxxx

Zilani Célia disse...

OI GARÇA!
ADORMECER AO LUAR E AO ACORDAR SABRE TER NOVOS SONHOS PARA SONHAR.
LINDO E INSPIRADO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

poesia de vieira calado disse...

Olá, como está?
Adormecer ao luar é coisa que nunca me aconteceu.
Os sonhos devem ser inesquecíveis!
Beijinho para si!

Cristina Cebola disse...

Eu diria que este poema me fez voar...
De uma subtileza que encanta...
É o que eu chamo de Arte!
Beijinho e bom fim de semana...:)

Nilson Barcelli disse...

E se acordasses e visses que, afinal, a tua taça estava cheia...?
O teu poema é magnífico, gostei imenso.
Tem uma boa semana, querida amiga do Lago.
Beijo.

O Árabe disse...

Belo texto, amiga! Como é doce, envolver-se no manto da saudade... e adormecer ao luar! Boa semana, fica bem.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente poema....
Cumprimentos

José María Souza Costa disse...

Olá.Lago Real
Bom tudo.

Vim, desejar-te, um fim de semana, bem bom.
Muita Paz. Desejos de alegria. Certeza sim, que independente da tua religiosidade, o Criador, está sempre de plantão, olhando por mim e por ti, e nos convidando, a refletir sempre, que o melhor do mundo, somos nós, os seres humanos. Por isso, somos humanos e, criados, à sua semelhança.
Dito isto, te convido a vim " cumê' um "manuê" cá no meu blogue.
Um abraço.

Mar Arável disse...

... e já é tanto