terça-feira, 11 de março de 2014









Voar contigo 

Seria talvez o sonhar
  A utopia do verbo amar
  O brilho da união
  Conjugada com a atracção....
  Ser tua que sonho louco
  Se beijo o infinito e sabe-me a pouco
  Toco o querer 
  E confundo-o com a chama a arder.
  Por vezes nem sei se sou louca
  Quando penso....
  Que beijo a tua boca.


Garça Real




3 comentários:

Fa menor disse...

:) Um voo lindo!

Beijinhos

http://asfotosdogui.blogspot.com disse...

Gostei muito amiga Garça. Um beijinho.

VITORNANI disse...

Oi, Garça Real!
Que bom que encontrei teu lago!
Um lago repleto de profundos e transbordantes poemas, pelos quais naveguei e por serem por demais ternos e carinhosos, certamente me viciarão. Com certeza aqui voltarei para matar minha sede de paixão! Boa semana, beijos!