sábado, 28 de setembro de 2013






Chuvas de Outono
Folhas caídas em desalinho
Cores esbatidas ao abandono
Mortas, ressequidas,
Vagueando como seres sem carinho.
Caminhei lentamente
Dormente
Ausente
A roupa colou-se ao corpo 
Que do Verão ainda esbanjava calor
O pensamento voando
Ansiando que o teu olhar
Ao chocar com meu,
 Me falasse de amor.
No corpo já encharcado
Sinto a anestesia da calma
E no rosto já molhado
Em miscelânea com a chuva
Entrego languidamente...
Os pingos da minha alma



Garça Real





15 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Hoje passando para dizer que estou a ser entrevistada no RECANTO DOS AUTORES, será um prazer a tua visita. Deixo o Link:

http://recantodosautores.blogspot.pt/

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Depois volto para te comentar com calma.

São disse...

O poema é bonito, mas um tudo nada melancólico


Um abraço grande para animar, rrss

luna luna disse...

é boa amar é bom ser amado,que seria da vida sem esse bem maior
beijinhos

Helena disse...

Desde a nobreza do título, passando pelas delicadas imagens permeadas com tão belos poemas, devo dizer que a tua poesia nos toca a alma. É a sensibilidade se fazendo ouvir em cada verso, deixando surgir uma voz que não pode (nem quer) calar, mercê que está do doce encantamento do amor. Lindo o seu espaço!
Fica um sorriso e uma estrela enfeitando o seu final de semana.
Com carinho,
Helena

Fa menor disse...

A vida é um ciclo... tudo recomeça.
E a Primavera surgirá de novo!

beijinhos

O Árabe disse...

Ao sabor do outono... guardando a saudade do verão. Belo e melancólico texto, amiga; boa semana.

Zilani Célia disse...

LINDO DEMAIS.
ESTE FALAR DE AMOR,A CHUVA QUE LAVA A ALMA É EMOCIONANTE...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Nilson Barcelli disse...

Gostei do ar melancólico que deste ao poema, muito próprio do outono em que estamos a entrar...
É um magnífico poema.
Querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.

Helena disse...

Meu anjo, uma semana iluminada de sorrisos e estrelas, trazendo tudo aquilo que teu coração deseja.
Com carinho,
Helena

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

helia disse...

Um excelente Poema neste agradável Outono !

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Um poema cheio de nostalgia de um tempo que passou e não se consegue esquecer.
Sempre maravilhoso ler-te. quanta sensibilidade.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Cristina Cebola disse...

O Outono tem esse poder, o de nos tornar nostálgicos. Mas também é um período de renovação, propício às coisas da alma.
Gostei muito do teu poema, cheio de magia e encantamento...

Beijinho e bom fim de semana!

O Árabe disse...

Aguardo o próximo post, amiga. Boa semana!

Helena disse...

Chuva... lágrimas... muitas vezes não se sabe qual incomoda mais!