sexta-feira, 1 de outubro de 2010





Sonhei que a luz nocturna era minha...
Que um dia a tocaria num pacto
Que voaria e receberia a luz que dela vinha
Porque era a claridade do amor
Não fraterno, mas do toque belo
Em que o beijo é louco e ultrapassa o singelo.
Sonhei que a luz nocturna era minha ...
Que me esperavas no momento do "sempre"
Sem trocas , pois habitava tua mente
Que unirias a tua à minha solidão
Naquela sonhada e desmedida junção do coração.
Fechei os olhos e senti teu toque em mim
Na entrega do meu ser em ti
Pois pensei que o elo que te ti provinha
Era muito mais forte que aquele sonho...
De que a luz nocturna,
Era loucamente minha.





Garça Real




26 comentários:

Phoenix disse...

expressas de forma tao intensa esta paixão...palavras lindas e um amor ainda mais lindo =)*

Sonhadora disse...

Minha querida
Um grito de amor neste belo poema.

Fechei os olhos e senti teu toque em mim
Na entrega do meu ser em ti
Pois pensei que o elo que te ti provinha
Era muito mais forte que aquele sonho...
De que a luz nocturna,
Era loucamente minha.

Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

gaivota disse...

lindas palavras, uma vela a arder e muita luz, para ti!
beijinhos

Paulo disse...

Bonito poema como é habitual encontrar no Lago Real. Apenas não vislumbrei o alcance das palavras "luz nocturna" ... das estrelas, da lua ou da entrega da alma da poetisa?

beijinho de sonho -_-

sonho disse...

Que a luz do amor te ilumine sempre...
Beijo d'anjo

poetaeusou . . . disse...

*
a chama,
chama o sonho,
e a luz erótica
tremeluza na escuridão,
tacteando, absorve a solidão,
entre os hinos da madrugada !
,
pilipares e estimas
afagando o Lago,
,
*

Solange disse...

eu sempre fecho os olhos também..
bjs.Sol

Valter Montani disse...

Gosto muito quando sobrevoas o Lago Real e distribui boas novas em forma de poesia. bjs e boa semana

“Ser Poeta e ser eterna criança,
brincar de roda com o sol,
a lua e estrelas sempre acompanhado
pela amiga esperança”
Valter Montani

A.S. disse...

Sobrevoo-te em círculo.
Não apagues a luz
para que eu atine
com a tua direcção...


Abraço!
AL

O Árabe disse...

Intenso e triste. Muito belo! Boa semana, amiga.

Multiolhares disse...

muitas vezes a nossa luz irradia mas... de distraídos que estamos nem nos apercebemos
Bj

Perla disse...

Gostei muito do ritmo.
Que a luz nocturna te seja!

bjs

Valquiria Calado disse...

A luz veio e acendeu a chama da paixão...
...um Deus
muitíssimo muito mais complexo
que os deuses da imaginação do homem
e então a máquina
desde o princípio desde o fim
em espiral eterna
...vem
.....vai
pulsando os universos os céus
as galáxias milhões de anos-luz
os sóis diversos

Valquiria Calado disse...

A luz veio e acendeu a chama da paixão...
...um Deus
muitíssimo muito mais complexo
que os deuses da imaginação do homem
e então a máquina
desde o princípio desde o fim
em espiral eterna
...vem
.....vai
pulsando os universos os céus
as galáxias milhões de anos-luz
os sóis diversos

São disse...

Unir solidões não me parece boa ideia...

Feliz semana.

Pena disse...

Notável Poetiza Amiga:
Sabe que é uma maravilhosa poetiza de sonho, não sabe?
"...Que unirias a tua à minha solidão
Naquela sonhada e desmedida junção do coração.
Fechei os olhos e senti teu toque em mim
Na entrega do meu ser em ti
Pois pensei que o elo que te ti provinha
Era muito mais forte que aquele sonho...
De que a luz nocturna,
Era loucamente minha...."

De maravilhar e deslumbrar.
Bem-Haja, pela sua amizade de ouro puro.
Fantástico saído da sua fluente pena poética repleta de magia.
Adorei.
A poesia faz parte integrante do seu ser/sentir.
"Potes" de Beijinhos mil.
É extraordinária como poetiza e pessoa ímpar de bem.
Com respeito, estima e consideração gigantescas.
Sempre a admirá-la

pena

Bem-Haja, pela ternura expressa no meu blogue que adorei.
É excelente!
Notável, poetiza.

Maria Clarinda disse...

Voltei com o Outono e vim nadar no teu Lago Real. Gostei muito de todos os teus posts, belos como sempre. Jhs

MEU DOCE AMOR disse...

Essa luz nocturna...

Beijinho doce:)

Eduardo Aleixo disse...

É um poema lindo o teu, com todas as palavras no seu lugar definindo concretamente o teu sonho de amor. Considero este poema o melhor de todos os da Garça, e todos são bonitos. Um beijinho.

O Profeta disse...

E eu, neste palco
Pinto mil e uma emoções
Luzes, as pancadas de Molière
O aplauso, tantos sorrisos, contradições

Inquieta alma esta
Vivendo entre a o amor e a dor
Voando para além do sonho
Nas asas de um viajante Açor


Doce beijo

Pena disse...

Estimada Amiga Poetiza Admirável:
Tudo aqui cintila de beleza, pureza e encanto nos versos com a sua preciosa assinatura.
Desejo-lhe um excelente Domingo na companhia da sua poesia de deslumbre e de maravilhar.
Abraço amigo de respeito pela sua imensa significação pessoal e poética sublimes.
Sempre a admirá-la e a estimá-la

pena

O Árabe disse...

Boa semana, amiga. Aguardo o novo post.

Nilson Barcelli disse...

Poema de amor intenso, de uma entrega muito bem construída.
Gostei imenso do teu poema, querida amiga.
Boa semana, beijos.

Eduardo Aleixo disse...

É um belíssimo poema de amor. Belo como são todos os teus poemas.Um beijinho

rosa dourada/ondina azul disse...

A luz nocturna é
de quem a sente...

Real poema, Garça :)))


Beijo,

A.S. disse...

Vim reler-te, rever-te e deixar um beijo!

AL