segunda-feira, 5 de janeiro de 2009









Quando beijei a chuva
As gotas de água sabiam a ti
Escorriam ao longo do corpo nú
Em desmedida liberdade
Sabiam que afinal eras tu
Que em suavidade,
Beijavas a hora daquele momento
Em que docemente te senti.
Num trocar de um olhar amante
De um sonho em mim esvoaçante
Que tocaste em leveza
Com tanta singeleza
Num abarcar de loucura
Num traduzir
De um eterno momento
Da tua permanente ternura.




Garça Real






24 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valter Montani disse...

Oi Querida, tudo bem?

Feliz 2.009!

Eu fiz um Selo para quem gosta de:
Florbela Espanca.

Se for o seu caso, pega um aqui:

http://valterpoeta.blogspot.com/2009/01/selo-amo-poesia-florbela-espanca.html

O Árabe disse...

Bem o disseste: são momentos eternos, aqueles de permanente ternura! :) Feliz Ano Novo.

Dreamaster disse...

Adorei!

Um poema cheio de amor, carinho, alegria e sensualidade. Gosto de poemas sensuais e positivos.

Anyway...


Minha menina do Lago, vim desejar-te um bom ano de 2009 e q seja tudo aquilo q não foi no ano passado :)


Muitos bejus de boa fortuna
D.
D.

Luis F disse...

É sempre uma delicia descobrir poemas com o encanto e a mestria deste.

Com amizade
Luis

tulipa disse...

OLÁ AMIGA

Não é por a Tânia ser minha sobrinha, mas ela é mesmo uma menina especial.

Uma menina-coragem também, só nas últimas 3 semanas, a coragem foi enfraquecendo, tal como enfraquecia o seu coração, as suas forças, porque ela tem noção de tudo que acontece, ela interessa-se, faz perguntas e sabe...

A minha revolta é precisamente para com a equipa de médicos e outros profissionais da saúde, que apenas dia 6 reuniram para decidir o que fazer, quando nós, família viamos que nas ultimas 3 semanas a coisa estava a complicar-se demais. Se estas reuniões e decisões tivessem sido há 3 semanas, o estado dela não se tinha deteriorado tanto, como está agora.

Logo eu que já trabalhei em hospitais e lidei de frente com a morte, fico revoltada e arrepio-me que se deixe passar o tempo, porque neste caso o tempo é inimigo da situação, como se viu ontem o que aconteceu...

Também eu não sei mais o que dizer, estou sem palavras.
Uma coisa digo, que se a vitória da Tânia depender da força da oração e da união que existe na blogosfera, ELA JÁ VENCEU.

gaivota disse...

no teu lago existe sempre poesia, paixão e pilipares...
como de costume é bom chegar aqui e ouvir-te
beijinhos

Sofá Amarelo disse...

Também gosto de beijar a chuva e de vez em quando levanto-me deste meu Sofá Amarelo, e suavemente esgueiro-me até às nuvens esvoaçando e tocando as gotas de chuva...

Anónimo disse...

Lindo o teu sonho esvoaçante, Garça Real. È preciso sabedoria e mta técnica para saber beijar as escorrentes gotas de chuva...***************
miau fu fu

ลndreia disse...

Ternura aqui deixo... *

João JR disse...

TUdo faz parte...qb, concordo!!!!
Um beijo grande e um excelente 2009 para ti:)))

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Um poema doce e sensível que decora com pureza e beleza a Alma Humana. A sua!
Fantástico! Genial de doçura e enternecimento.
Aqui lhe deixo algo:
Olho à minha volta, num ápice de encanto. As moscas, essas, nem rastos. Foram-se e foram-se com as horas inexactas.
“Sobrevoavam-me”. Como jactos de guerra, sem guerra marcada para aqui.
Descarregam “Jardins” floridos...Nunca “bombas”.
Nunca as entenderia, às bombas?
Talvez, “Bombas Floridas” de imensos “Jardins” de Flores belas... Talvez...!
Comportariam inequívoca Felicidade. As flores lindas. Puras.

É uma bonita flor que existe no fundo da sua Alma gigante.
Bem-Haja pela amizade e os mimnhos.
Perfeito versejar. Lindo...

Beijinhos amigos de respeito e muita estima.
Sensibilizado pelo seu encanto

pena

OBRIGADO sentido!
É uma amiga gigante preciosa.
Escreve por magia linda, sabia?

Maria Clarinda disse...

Mais uma vez voltei para te (re)ler!!!Gostei de nadar no teu lago.Jinhos

Sunshine disse...

Fico encantada com esta delícia de poema com um sentimento tão intenso.

Um beijo molhado, o sabor doce da água que escorre num corpo amado é sempre um momento maravilhoso.

Um momento para eternizar …

Um óptimo fds para ti … bjinhos com mt carinho

ki-colado disse...

A felicidade amiga está bem dentro de cada um de nós. Compete a cada um de nós cultivá-la...

Todo o universo trabalha para nos abençoar com desespero que peguemos as bençãos.

Amar é viver!

Vieira Calado disse...

A ternura... todos nós a procuramos

porque somos humanos.

Bejinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Sonho e ternura
reunidos
num belo poema:)))

Beijinho,

Dreamaster disse...

Onde está a neve? Não vejo a nevar.

;)


Bjs
D.

o das caldas disse...

Gosto particularmente deste poema e fico à espera de mais.
Bfs.
2 beijinhos

janelasdavida disse...

Lindo poema!!! FEliz ano novo atrasado! Senti saudade daqui... To voltando! Um bjão!!!

Maria Clarinda disse...

Passei pelo lago para me banhar e reler-te ....Boa semana. Jinhos

O Árabe disse...

Aguardando o próximo post, desejo-te uma ótima semana!

Betty Branco Martins disse...

._______querida Garça







.um




vôo




__________perfeito







de.entrga
.ternura





.de





_______________amOr____...






...









beijO_____ternO
bSemana

janelasdavida disse...

Linda imagem poética! Um ótimo dia! Sinto tua falta! bjo