terça-feira, 2 de dezembro de 2008








A minha clausura é a flor...
Onde arranco um pétala diária
Atiro-a ao vento errante
E vejo-a pairar em voo aliciante
Como se espalhasse letras de vida
Ou belos afagos de amor,
Num rumo incerto
De uma balada já lida.
Quando abarcada pela noite escura
Fecho os olhos para na flor dormitar
Sinto-me aquecida num manto de ternura
Tocada pela vontade de te amar.
E na gota de orvalho fresco
Que teima em me afagar
Deposito a palavra que nunca me leste
Enlaçada na última pétala
Desta flor...
Que tu nunca me ofereceste.



Garça Real





30 comentários:

Vieira Calado disse...

A flor - o poema, segundo entendo.

Está bonito, o poema.

E as imagens.

Bjs

Vanessa. disse...

Belíssimas palavras!

Um olhar disse...

Lindo poema amiga, a vida em pétalas mostradas de forma a conduzir o amor...parabéns.

bjos mágicos!

MEU DOCE AMOR disse...

Poso oferecer a flor minha querida?

Um beijinho doce e desculpa a ausência

ki-colado disse...

Soltaste uma pluma no altar...
Acariciada pelo vento...
Fez-se flor.

Sopraste a palavra ternura...
E bendita és tu amor...
Onde for.

Meta[Amor]fose.

Mário Margaride disse...

Querida Garça,

Que beleza este poema.
Nele está contido, todo o teu carinho, todo o teu amor...

Lindo!!!

Boa semana querida amiga.

Beijinhos

Mário

gaivota disse...

uma flor, uma rosa que ainda não foi deixada no teu lago...
lindo poema!
beijinhos

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Árabe disse...

E como flores são os poemas, que de nosso jardim de sentimentos oferecemos... :) Boa semana, amiga.

Clarinda Galante disse...

Estive sem computador, chego ao teu Lago e encontro estes poemas maravilhosos...em forma de flor.
Beijos muitos

rosa dourada/ondina azul disse...

Doce poema para uma bela imagem!

Um ramo de rosas, das mais bonitas
Te deixo,
Para ilustrar o teu dia :)))


Beijinho,

Thiago disse...

adorei, especialmente o final: desta flor que nunca me ofereceste!

Vanessa. disse...

Dois beijinhos :)

Peter Pan disse...

Oh, Maravilhosa Amiga:
Um poema lindo. Terno. Admirável.
Uma sensibilidade poética incrível de doçura. Encanto.
"...Deposito a palavra que nunca me leste
Enlaçada na última pétala
Desta flor...
Que tu nunca me ofereceste..."

Um GIGANTE sentir.
A última pétala da linda flor é para si...
Beijinhos de imenso respeito.
Desculpe...a ousadia...outros o farão...de certeza...
Maravilhado...

peter pan

Vivian disse...

...como encanta um poeta,
mesmo quando fala de flor e dor.

lindo isso!

bjuss

o que me vier à real gana disse...

Olá!

Inefável!
O Amor nunca foi fácil!

Sunshine disse...

Uma flor ...
As palavras ... o poema ...
E o encantamento que delas se solta e enlaça...

É numa flor regada com muita amizade que deposito um beijo e te desejo uma boa noite, envolta num manto de carinho.

ki-colado disse...

Boa continuidade nesta semana...

Carla Silva e Cunha disse...

gostei da sensibilidade e do bom gosto.
são belas as palavras e ins+iram-nos a amar
bom rentinho de semana
carla
beijos

Gilbamar disse...

Teces as palavras e vais formando poemas encantadores como um mestre maneja sua arte com a leveza de quem sabe da própria capacidade. Fazes poesias com o encanto de quem domina a ternura e emocionas quem te lê.

Tens um lindo blog.

poetaeusou . . . disse...

*
belo, belo, belissimo,
,
obrigado pelo poema, amiga,
,
vaporosos pilipares, deixo,
,
*

Vanessa. disse...

Esse texto bem que me faz pensar, e não consigo encontrar um porquê :)

markus disse...

GR,
lindas as tuas palavras. Quem sabe não apareça alguém q te ofereça essa flor nunca oferecida. Hà tanta coisa q nunca dizemos, e fica pelo reino dos nossos simples pensamentos...
Bom resto de semana.Bjos********

Carla disse...

desfolhas as pétalas como quem desfolha os dias...da vida
beijos

mundo azul disse...

...lindo, lindo!!!

Que prazer ler o seu poema...


Beijos de luz e o meu carinho!

O Árabe disse...

Desejo-te um belo fim de semana, amiga... e aguardo o novo post. :)

Dreamaster disse...

I'M BACK IN BLACK!!! LOL

Bem agora q o pc fencemina voltarei aki com a regulariedade habitual.

Venho desejar-te um bom fim de semana, feriado e uma boas festas :)


Bejus pra menina
D.

Carla Silva e Cunha disse...

beijos

carla

www.arte-e-ponto.blogspot.com

OPORTUNIDADE disse...

Olá Garça Real:

Venho agradecer o apoio ,as palavras e a mensagem no meu espaço.

Isto de criar um cantinho foi difícil.Vamos ver como me saio.

Um maravilhoso poema.Adorei.

Nem sei qual será a minha clausura.

Um beijo

Ermelinda

Oliver Pickwick disse...

A tríade da beleza e da sensibilidade: o poema, a imagem, a canção. Parabéns, cara amiga.
Um beijo!