quarta-feira, 19 de setembro de 2007







Rasga-se o céu em turbilhão
O negrume invade a terra quente
Trovões abanam-me com sofreguidão
A chuva encharca-me a alma dormente.
Olho lá fora, penso-te doce e terno
Vejo teu olhar triste e distante
Implorando paixão amante .
Vem...Vive comigo só um instante.
Em tua imagem deposito um olhar
Entro nela, leio-te o coração a sangrar.
Liberta-me a alma de ti carente
Rouba-me o dia em que em ti morri
Mas não me deixes de ti ausente.
Depois... Triste...
Escorro uma lágrima em ti.

Garça Real








41 comentários:

Mário Margaride disse...

Querida Garça,

Adorei este belo poema!

Tocou-me profundamente.


"Liberta-me a alma de ti carente
Rouba-me o dia em que em ti morri
Mas não me deixes de ti ausente.
Depois... Triste...
Escorro uma lágrima em ti."

Beijo terno...

Gui disse...

É mesmo um dia de tempestade, exterior e interiormente. A fúria dos elementos e turbulência dos sentimentos. Um beijo amiga. Gostei muito

Maria Clarinda disse...

Maravilha este teu poema! Adorei voltar ao teu Lago. Jinhos

Reflexos da Alma disse...

Minha Querida !

"...Mas não me deixes de ti ausente..."

Esta frase é determinante neste teu Belo Poema !!!

Um Beijo Grande te deixo minha Querida !!!

Poeta da Lua disse...

lindo!!!
'em tua imagem deposito um olhar...'
desejaria entrar numa imagem que figuro no meu pensar e depositar meu olhar... aí verei a cor do amor...
um abraço e até...

MEU DOCE AMOR disse...

trovoada...gostei muito.Gosto.

Belo poema.

lágrimas não.tá bem?

Beijinho doce:)

Entre linhas... disse...

Em cada lágrima um olhar de tristeza e amargura, mas permanece ligeiros traços de esperança.
Bjs Zita

canoa mágica disse...

Rasga-se o céu num turbilhão,para depositar um sorriso com amor na Mãe Terra.

Um beijo do Cruzeiro do Sul

Bouquet disse...

Sentidas estas palavras!
Belo e triste.
Doi quando alguém que amamos nos abandona...infelizmente não temos o controle de tudo...ninguém tem!
Um beijo e que essa falta, esse abandono, essa saudade acabe por esse alguém tenha regressado e que essas lágrimas sequem depressa!

Um beijo e um bouquet

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Há nós que é preciso desatar e correntes que é preciso abraçar.
Segue a LUZ DO TEU RAIO.

sveronica disse...

Quantas almas na noite errante, rasgando o negrume em busca de um olhar...
Lindo! Tão sentido que doeu...

Sol da meia noite disse...

Poema que pede, que implora libertação...

Muito bonito!
Beijinho!

C Valente disse...

gostei do poema parabens
saudações amigas

Alex disse...

O instante é o momento em que nos sentimos felizes ou o momento em que decidimos ser felizes?
Triste mas bonito.


Diz-me, o que é uma pétala de humor ... ?

Dias disse...

"Rouba-me o dia em que em ti morri
Mas não me deixes de ti ausente."


Excelente.

Gostei do Poema, parabéns.

Beijo

O Justo disse...

Excelente poema...
Era justo que fosse premiado....
Podes contar comigo...
A partir de hoje tens mais um peixe no teu lago...

MEU DOCE AMOR disse...

beijinho doce:)

Lu@r disse...

É desperdício de lágrimas quando nada se sente.
Amar... é sempre e não quando precisamos de alguém.

Beijo-te pela calada da noite

POETA VAGABUNDO disse...

o teu lago continua a transbordar poesia:)
beijo vagabundo

Luz&Amor disse...

Escorro uma lágrima em ti.

Lindo demais. Adorei...
Passando pra deixar aqui um beijo e bons desejos para o findi semana.
Beijos

Poeta da Lua disse...

a cor...
quer saber a cor do amor?
ou a cor dos olhos?
um abraço e um sorriso!
até...

O Profeta disse...

Às vezes o pensamento incontido
Solta-se na manhã perpétua
Aprisionado em gotas de orvalho
Choradas por uma feiticeira Lua

Bom fim de semana

Mágico beijo

Bia disse...

A ausência á vista... a dor do amor, a trsiteza daquela lágrima...
lindo poema o teu.
beijos e tem um bom fim de semana com montões de sorrisos

Mário Margaride disse...

Querida Garça,

Venho reler de novo, este belo poema...e desejar-te um bom fim de semana!

Beijinho ternurento

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Vejo teu olhar
triste e distante ...
,
ai os olhos ...
*
jis, mil
*

murmurios disse...

Uma tempestade de sentimentos...a mais bela de todas as tempestades...é com essas tempestades que se podem construir poemas como este

Beijo e desejos d eum bom fim de semana

.:mÁrCiO:. disse...

Tempestade da despedida... Gostei muito!

rosa dourada/ondina azul disse...

Trovoada de sentimentos,
é belo e triste,

Assim espero que o sol brilhe e de novo inunde o teu coração.

Beijinho,

Rui Caetano disse...

O poema é muito significativo, lindo. No entanto, não quero deixar passar despercebida a imagem espectaular que se encontra junto ao poema.

Lu@r disse...

Deixo um beijo de sonho

lua prateada disse...

Óbrigada amiga por teres passado no meu cantinho...e dói sim ...MUITO a solidão mas com teu poema LINDO mas tão parecido aos meus....Beijinho com carinho prateado da
SOL

Paula Raposo disse...

Gostei deste poema! 'Não me deixes de ti ausente'. Beijos.

Dreamaster disse...

Tenho q confessar q os teus poemas estão uns degraus acima dos muitos q leio em varios blogs.

Bjs
D.

MEU DOCE AMOR disse...

Venho dar um beijinho doce:)

Mário Margaride disse...

Querida Garça,

Passei para reler-te. E para desejar-te uma boa semana

Beijinhos

Erva Daninha disse...

Ser ou não ser, eis a questão
Trevo ou daninha ,erva na mão
Anda , vem ver a minha plantação
Depois me dizes se gostas ou não
Aperto de mão

markus disse...

Lindo, gostei especialmente de "...Rouba-me o dia em que em ti morri...". Parabéns. Bjos e boa semana***

Dreamaster disse...

Então eu agora atrapalho ?!

MEU DOCE AMOR disse...

Tudo bem?

Um bejo doce

Bina Goldrajch disse...

A ausência dói muito.
E é uma dor latejante...

adorei o poema.
Beijo!