sábado, 21 de novembro de 2015








Quando me conheci verdadeiramente
Tinha ausência de viver
A alma era vegetante
O coração sonhava um amor amante,
Escaldante, com ternura a escorrer.
 Cruzaram-se no Universo nossas linhas
Não por acaso...
Tuas mãos tocaram as minhas
Os lábios uniram-se selando uma união
Arredámos barreiras , cuspimos o impossível
O amor tornou-se finalmente tangível
Brotou a mais bela sensação
De juntos viver e abrandar o sofrer
E por fim podermos...
Um futuro começar a tecer.



Garça Real







15 comentários:

Pedro Coimbra disse...

O princípio de um grande amor
Boa semana
Beijinhos

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Menina,
Mais um Bonito Poema de Amor.
Que esse Amor emoldure a tua Vida.
Bjinhos
Luis de Sousa

Mário Margaride disse...

Belíssimo poema, amiga Garça!

Terno, meigo, muito belo...

Adorei!

Boa semana minha amiga.
Beijinhos!

São disse...

Excelente e que esse amor perdure.

Bom final de semana aí no Lago :)

Jaime Portela disse...

O amor nem sempre é fácil.
Mas, quando chega, acabamos por esquecer a sua espera.
Magnífico poema, minha amiga, gostei imenso.
Garça, tenha um bom fim de semana.
Abraço.

Mar Arável disse...

Sempre a chegar e a partir

Mário Margaride disse...

Querida amiga Garça. Passei para reler este belo poema, e para te desejar uma excelente semana!

Beijinhos.

Mário

Fá menor disse...

Muito bom!
Bjs

Vieira Calado disse...

E assim... a vida é bela!

saudações poéticas!

O Árabe disse...

Um futuro de amor e paz... a mais bela obra para tecer a dois! Feliz em saber-te feliz, amiga; boa semana!

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Maria Rodrigues disse...

Que esse amor perdure eternamente.
Maravilhoso poema.
Beijinhos
Maria

CÉU disse...

Olá, Garça Real!

Ando para passar pelo seu blogue, que já visitei uma vez, que me lembre, há algum tempo, mas foi hoje.

Tenho lido alguns comentários seus, que mto me agradam e daí nasceu a minha curiosidade em conhecer o seu espaço. Sóbrio, com rigor e com poesia de qualidade aos molhos.

Esta, é uma dádiva e uma entrega, que, inicialmente parece ter sido difícil, mas, pouco a pouco, os lábios cuspiram e deitaram abaixo todas as barreiras e fronteiras. Essa é uma das funções deles. O amor teve nome inteiro, sem preconceitos e o futuro era já vosso.

Beijos e bom domingo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Um final feliz como esse, é que todos queremos.
Beijos, Garça!

Mário Margaride disse...

Amiga Garça: Passo por aqui, para te desejar uma excelente semana, com tudo de bom.

Beijinhos!

Mário