domingo, 18 de abril de 2010






A lágrima tomba em noite apagada
Teu corpo queimou o meu em tarde aquecida
O juntar de sentires em loucura
A face entregue e suada ,
A alma sublimada e enfraquecida
No momento enlevado
Ondes os dedos leram ternura
E onde os desejos foram semeados
Em leito de frutos adocicados !
Tombaste ao amanhecer
Na entrega do querer
Do partir sem sorrir
Do rasto belo e enternecedor
Daquele lugar que emana calor
Na louca tentativa do voar
Para que os lábios não sussurrem
O doce toque...
Da palavra amar.





Garça Real



19 comentários:

Pena disse...

Oh, Linda Amiga Poetiza de sonho:
Que lindo e delicioso poema extraordinário.
Que instante poético mais fabuloso.
Um poema sensível e doce. Lindo.
Parabéns.
Possui uma beleza de sentimentos puros e notáveis.
Adorei.
É linda.
Bem-Haja, amiga terna.
Beijinhos amigos de grandioso respeito e estima. Sempre a considerá-la pelos versos profundos e significativos de pureza e encanto.
Com admiração sempre e de forma constante.

pena


Excelente!
Um versejar delicioso, amiga poetiza gigante.

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
que belo poema !
,
tacteio
o ardor da noite,
semeando afectos
sussurros voados
no mar da loucura !
,
um pilipado jino
no LagoReal, deixo,
,
*

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema, de entrega e amor, gostei muito.
Deixo o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

Lis. disse...

Boa tarde, amiga...

Assim como uma garça alimenta-se de peixinhos variados, nós para não ficarmos entediados precisamos de variantes.

E bem mais do que os cachorrinhos quando temos em mãos um petisco saboroso que nos satisfaz.

Puro é o sabor das variantes da vida, dos nuances a serem vistos, das primaveras em todas as eras da tão sublime existência humana.

Enfim, há de se ver que o mundo sempre foi maravilhoso, o grande problema que há nele são pessoas insistindo em tranformá-lo num lugar ruim de se viver.

Saudações querida poetisa!

tulipa disse...

Parabéns pelas lindas palavras e sentimentos que transparece.

19-Abril - nascia uma menina que viria a chamar-se Ester; mas essa menina anda muito triste, com muitos picos na alma - tal como diz o poema "Lamento" que fiz ontem, num momento de muita solidão e tristeza - ver no blog "Deabrilemdiante".

19-Abril quero sempre a minha flor - Tulipas, é precisamente a época delas e já vi um raminho pequenino muito querido que vou oferecer a mim mesma.
Beijos, poesia e flores.

rosa dourada/ondina azul disse...

Embalei nesse doce e terno voo...!


Obrigada pela viagem...


Beijo,

gaivota disse...

que lindo poema, garça, inspirador margem do teu lago!
esvoaça sempre...
beijinhos

O Árabe disse...

Amar... que permanece no coração, ainda depois que o corpo se foi. :) Boa semana, amiga!

Maria Clarinda disse...

Maravilha...sempre! Como é bom estar aqui.
Jhs

MEU DOCE AMOR disse...

Mas os lábios tem que susssurar essa palavra...

Beijinho doce:)

Pena disse...

Linda e Estimada Amiga:
Um poema muito lindo e delicioso em palavras com um sentimento admirável a alguém que fez parte de si e partiu.
Excelente, como SEMPRE.
Tem uma sensibilidade fantástica e mágica que faz sonhar.
Parabéns.
Sinto adoração pelo que faz em poemas de cativar pela beleza e o encanto de si.
É uma brilhante e ENORME poetiza de verdade.
Beijinhos amigos ao seu gigantesco talento.
Sempre a respeitá-la e a lê-la com atenção.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua amizade. É recíproca, acredite?
Bem-Haja, mágica poetiza.
A ternura é uma constante em si.

Nilson Barcelli disse...

Momentos de amor muito bem traduzidos no poema.
Magnífico, querida amiga, gostei imenso das tuas palavras.
Beijos.

Multiolhares disse...

Os lábios até podem calar, mas o corações quando se amam batem sempre ao mesmo compaço
beijinhos

Dreamaster disse...

Não sei porquê mas dei comigo a ler e a imaginar este poema com musica. De certeza q seria uma bela melodia. Talvez acustico e acompanhar com uma harpa para dar uma tonalidade bucólica.

Gostei muito.


Bom fim de semana pra menina

Beju
D.

A.S. disse...

Um poema impelido pela emoção, com silabas que apertam o coração...

Lindo. Tanto...

Um beijo!
AL

O Árabe disse...

Boa semana, amiga; aguardo o novo post. :)

O Árabe disse...

Boa semana, amiga; aguardo o novo post. :)

Pena disse...

Amiguinha:
"...A lágrima tomba em noite apagada
Teu corpo queimou o meu em tarde aquecida
O juntar de sentires em loucura
A face entregue e suada ,
A alma sublimada e enfraquecida
No momento enlevado
Ondes os dedos leram ternura..."

Sublime.
Beijinhos de pasmo pelo seu encanto poético.
Com admiração, estima e enorme respeito.

pena

Sofá Amarelo disse...

A palavra Amar só faz sentido se for sussurrada em segredo pelos lábios que semeiam amanheceres adocicados...